Pesquisar este blog

SEJAM BEM VINDOS AO BLOG DO MARCILIO BOIÃO

COM DEUS NADA ME FALTARÁ

VOCÊ É MAIS UM VISITANTE A ESSE BLOG

quarta-feira, 31 de julho de 2013

IDEIAS] Uniclubes aprova 'Série A' Cearense de 2014 com 16 Clubes

Amigos do Futebol Cearense,
A UNIÃO CEARENSE DE CLUBES, composta por 18 agremiações do futebol profissional cearense, reuniu-se no dia 30 de julho e decidiu, por unanimidade, aprovar proposta de modificação na ‘Série A’ cearense, que passaria a contar com 16 clubes filiados na Federação Cearense de Futebol e não somente os onze atualmente previstos.
Os clubes filiados afirmaram que não faltam datas no calendário, diferentemente do argumento de alguns na FCF, pois para os ajustes necessários, visando ter uma ‘Serie A’ cearense com dezesseis clubes, bastaria inspirar-se no mecanismo utilizado pelas Federações Carioca e Gaúcha, onde uma quantidade maior de times participa da ‘1.ª Divisão’, sem qualquer dificuldade de ajuste com o calendário da CBF. No caso, tais Federações dividem em dois Grupos as equipes participantes, o que viabiliza a redução das datas necessárias para a disputa.
Escudos 01
No caso do Ceará, conforme proposta de Aguiar Júnior, Relator da ‘Comissão de Sistematização da UNICLUBES’, teríamos uma 1.ª FASE com 14 equipes, já que os times cearenses que participarão em 2014 da Copa do Nordeste (Ceará e Guarany de Sobral) entram apenas na 2.ª FASE do campeonato, o que fazem por critério absolutamente técnico, posto que, respectivamente, campeão e vice-campeão cearense em 2013.
  A ideia é que dos dezesseis clubes da ‘Série A’, 14 deles sejam divididos em 02 Grupos, ‘A’ e ‘B’, como é feito no RJ e no RS. Nesse caso, respeitando o necessário critério técnico, estariam na ‘Série A’ de 2014 as onze agremiações inicialmente previstas, mais o São Benedito e o Maracanã, que não cairiam para ‘SEGUNDONA 2014’, a ‘Série B’ cearense, além do Maranguape, do Iguatu e do Crateús que, também por mérito técnico, jogariam a ‘1ª Divisão de 2014’, ou seja, a ‘Série A’ cearense.
PLANEJAMENTO DOS GRUPOS ‘A’ e ‘B’:
A ideia da UNICLUBES, que será apresentada na FCF, é que na distribuição dos Grupos ‘A’ e ‘B’ seja utilizado o ‘critério de classificação final de 2013’, nada impedindo o uso de outras opções como o ‘ranking’ da Federação ou mesmo sorteio. Utilizando o primeiro critério, seguem abaixo as composições possíveis dos Grupos ‘A’ e ‘B’ da 1.ª FASE do Campeonato Cearense da ‘Séria A’.
GRUPO A:
Icasa (3º colocado 2013);
Tiradentes (5º colocado 2013);
Guarani - J (7º colocado 2013);
Crato (9º colocado 2013);
Maracanã (11º colocado 2013);
Quixadá (2º colocado 2013);
Iguatu (4º colocado ‘B’ 2013).
GRUPO B:
Fortaleza (4º colocado 2013);
Horizonte (6º colocado 2013);
Ferroviário (8º colocado 2013);
São Benedito (10º colocado 2013);
Itapipoca (1º colocado ‘B’ 2013);
Maranguape (3º colocado ‘B’ 2013);
Crateús (5º colocado ‘B’ 2013).
            A UNICLUBES destaca que na 1.ª FASE cada equipe faria pelo menos doze jogos, sendo que em 2013, no sistema de ‘Grupo Único’ da mesma 1.ª FASE, foram necessárias dezesseis partidas. Nesse caso, o total de jogos em cada Grupo seria quarenta e dois, enquanto que no ‘Grupo Único’ de 2013 foram setenta e duas partidas. O reflexo da divisão dos times em dois Grupos, mesmo aumentando de onze para dezesseis as equipes participantes da 1.ª Divisão Cearense, seria a redução de datas no calendário, já que os jogos dos dois Grupos ocorreriam concomitantemente nos mesmos dias da semana, que teria redução das 18 datas de 2013 para apenas 16 datas em 2014, mesmo com o aumento do número de participantes.
Foi destacado, ainda, que das dezesseis datas referidas, duas delas seriam utilizadas para a disputa, entre os campeões dos Grupos ‘A’ e ‘B’, de uma das vagas cearense na Copa do Brasil de 2015, assim como ocorreu em 2013 na 1.ª FASE do campeonato, quando o Horizonte garantiu sua presença na Copa do Brasil de 2014. Nestas datas haveria, ainda, a disputa do ‘playoff’ entre os dois penúltimos colocados de cada Grupo, pois com o aumento de onze para dezesseis participantes na ‘Série A’, a UNICLUBES pretende que seja utilizada a proporcionalidade, descendo para a ‘SEGUNDONA’ de 2014 três equipes, ou seja, as duas últimas de cada grupo e a perdedora do confronto ‘playoff’ entre os dois penúltimos colocados dos Grupos ‘A’ e ‘B’.
OUTROS DADOS
Em 2014 a 1ª FASE do Campeonato Cearense da ‘Série A’ teria um total de 88 jogos entre as 14 equipes, neles incluídos os dois jogos da disputa de uma vaga na Copa do Brasil 2015 e também as outras duas partidas do ‘playoff’, quando seria decidido o terceiro rebaixado para a ‘SEGUNDONA’ cearense de 2015. Em 2013 a 1ª FASE do campeonato teve 72 jogos, com somente nove clubes participantes, cinco a menos que a proposta da UNICLUBES para 2014.
Na 2.ª FASE o campeão (Ceará) e o vice-campeão do cearense de 2013 (Guarany de Sobral), que conquistaram o direito de participar da Copa do Nordeste de 2014, passariam a integrar o ‘Grupo C’, o que fariam conjuntamente com os três melhores classificados de cada Grupo da 1.ª FASE, perfazendo um total de oito equipes. Nesse caso, cada equipe faria 14 jogos, totalizando 56 partidas nas disputas de ida e volta do ‘Grupo C’ - 2ª FASE.
Haveria, ainda, para definição dos vitoriosos de 2014, ano da Copa do Mundo também no Ceará, quatro jogos nas SEMIFINAIS e mais duas partidas das FINAIS, perfazendo um total de 62 jogos na 2.ª FASE que, somados às 88 partidas da 1.ª FASE, completam 150 espetáculos de futebol. Comparando com o ano de 2013, teríamos um campeonato cearense com apenas 16 jogos a mais que no ano passado (2013 foram 134), sendo que em 2014 haveria 16 equipes disputando, inclusive de cidades importantes para o nosso futebol, como Maracanaú, Crateús, Iguatu, Maranguape e São Benedito.
O modelo apresentado pela UNICLUBES reduz, em comparação com o ano de 2013, duas datas no calendário, o que atende exigência da CBF para 2014, ou seja, mesmo aumentando de onze para dezesseis as equipes participantes, teríamos a disputa em 34 datas (16+18), enquanto em 2013 foram 36 datas (18+18). Os dirigentes da UNICLUBES afirmam, ainda, que a proposta apresentada é muito mais inteligente, pois, contemplando mais times, consegue alcançar objetivos estratégicos de valorização do futebol profissional cearense.
Mostrando apenas uma das inúmeras vantagens do modelo apresentado pela UNICLUBES, que já conta com dezoito agremiações participando da associação, os dirigentes dos clubes deram o exemplo do Guarany de Sobral que para ser vice-campeão de 2013 teve que fazer 34 jogos da 1ª FASE até a FINAL (16+14+2+2), sendo que em 2014 um time que partisse da fase primeira precisaria de apenas 30 jogos para chegar à FINAL (12+14+2+2). Logicamente 32 jogos, se o hipotético clube viesse a disputar na 1ª FASE a vaga da ‘Copa do Brasil’ de 2015.
UNICLUBES
UNIÃO CEARENSE DE CLUBES.
Fonte Blog do Bené

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O espaço deve ser usado de forma consciente e respeitosa. Críticas, sugestões e opiniões são moderados pela administração do site. Comentários ofensivos, com expressões de baixo calão, ou manifestações de cunho político e/ou eleitoral, não serão aceitos.

Comentar

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.