Pesquisar este blog

SEJAM BEM VINDOS AO BLOG DO MARCILIO BOIÃO

COM DEUS NADA ME FALTARÁ

VOCÊ É MAIS UM VISITANTE A ESSE BLOG

quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Candidatos à Prefeitura de Caucaia debatem propostas na TV DN

No primeiro debate online fora da Capital, os candidatos a prefeito de Caucaia Amarílio Melo (PRTB), Dr. Washington (PRB), Edson Silva (PPL), Juscelino (Psol) e Paulo Gurgel (PSDB) discutiram suas propostas para a cidade da região metropolitana na TV DN, a web TV do Diário do Nordeste. Os candidatos Naumí Amorim (PSL) e Inês Arruda (PMDB) não estiveram presentes. Naumí alegou problemas de saúde enquanto Inês afirmou estar em Brasília, em reunião com o vice-presidente da República, Michel Temer. O debate foi conduzido pelo jornalista Edison Silva.
Primeiro bloco
Logo no início, foi realizado sorteio que definiu a ordem de falas dos candidatos. No primeiro bloco, os cinco presentes apresentaram suas propostas para a cidade. "Minhas cinco propostas prioritárias são saúde, segurança, educação, desenvolvimento econômico e transporte", afirmou o candidato Paulo Gurgel (PSDB). Na sequência, Amarílio Melo (PRTB) pontuou que se propõe a atender "às necessidades que o povo deseja, que são inovar e dar sustentabilidade a uma gestão diferente de tudo que já fizeram por Caucaia", afirmando ainda possuir ligações com o governador do Estado, Cid Gomes.
O terceiro candidato, definido por sorteio, foi Edson Silva (PPL). "Caucaia tem que avançar em políticas públicas que atendam às necessidades dos cidadãos que mais precisam", determinou. Prosseguindo, Juscelino (Psol) afirmou que, se eleito, terá "um mandato popular voltado para a grande maioria do povo de Caucaia, que são as camadas menos favorecidas. Queremos descentralizar o governo criando três subscretarias, na praia, no sertão e na serra", explicou. Finalizando, o atual prefeito, Dr. Washington (PRB), afirmou que pretende "continuar o trabalho dos últimos quatro anos, com a implantação de centro de atenção à saúde do homem, à saúde da mulher, e tratamento de dependentes químicos", ressaltando que conta com o apoio do ex-presidente Lula, da presidente Dilma e também do governador Cid Gomes.
Segundo bloco
No segundo bloco, os candidatos fizeram perguntas uns aos outros, novamente obedecendo à ordem estabelecida pelo sorteio inicial. Nesta parte do debate, o alvo preferido foi a administração do atual prefeito, Dr. Washington, que logo de cara teve de responder à pergunta de Paulo Gurgel sobre falta de médicos e medicamentos nos hospitais de Caucaia, além do esclarecimento sobre o fechamento do Hospital Paulo Sarasate. O atual prefeito defendeu-se afirmando que o hospital era privado e recebia incentivos da prefeitura até enquanto pode funcionar. "Nós não fechamos o hospital, ele foi fechado por incompetência de seus gestores", disparou Dr. Washington, esquivando-se das acusações.
Em seguida, o candidato Amarílio questionou o concorrente Edson Silva sobre seus projetos para a segurança pública da cidade. Silva prometeu criar uma secretaria municipal de segurança pública para atender às necessidades da população. "Vemos a segurança pública de uma forma diferente. Não podemos admitir que se trate violência como antigamente, de forma repressiva. Temos um projeto para cuidar das pessoas", explanou. Na réplica, Amarílio afirmou que pretende ampliar a Guarda Municipal de Caucaia "para 500 homens armados e treinados para que se dediquem à população".
Mal-estar
Seguindo a ordem do sorteio, o candidato Edson Silva questionou o oponente Paulo Gurgel sobre as formas que se proporia a apresentar a transparência da gestão para a população de Caucaia. Na resposta, Paulo garantiu que, em caso de vir a governar a cidade, sua gestão será "totalmente transparente. Vamos criar Conselhos Municipais e mecanismos onde a população, junto com a administração pública, vai decidir as prioridades". Na sequência, promoveu um mal-estar ao criticar, mais uma vez, a gestão do atual prefeito da cidade. Paulo citou a construção do Mercado Municipal, no bairro Jurema, e chamou a obra de "criminosa, pois destruiu árvores para construir". Dr. Washington pediu direito de resposta, no que foi atendido. O atual prefeito afirmou que "o Mercado da Jurema era um anseio muito grande da população, então dividimos o terreno".
O debate transcorreu com Juscelino perguntando ao Dr. Washington sobre uma promessa da campanha das eleições passadas, onde fora dito pelo atual prefeito que seria construído um hospital infantil no bairro Jurema. O candidato do Psol ainda afirmou que faltam pediatras no Hospital Municipal de Caucaia. Dr. Washington respondeu que promoveu "avanços na saúde do município de Caucaia" e que, quando assumiu o cargo de prefeito, "o Hospital Municipal estava fechado de cadeado e o Hospital Santa Terezinha era um posto de saúde que não funcionava. Hoje ele faz 300 partos por mês".
Na réplica, Juscelino afirmou que "o que o povo reclama não é o que está sendo dito, mas é que as unidades não funcionam de forma adequada".
Por fim, foi a vez do Dr. Washington escolher um candidato para perguntar. E ele optou por continuar o debate com o candidato do Psol. O atual prefeito questionou sobre as propostas de Juscelino para geração de emprego e renda na cidade. Juscelino acusou a atual gestão de negligenciar o turismo na região. "Investir no turismo é um dos pontos positivos para a geração de emprego e renda. Em Caucaia temos três climas que não são aproveitados. Não temos uma política de turismo", disparou.
Terceiro bloco
O terceiro bloco do debate da TV DN foi feito por perguntas enviadas por internautas através das redes sociais do Diário do Nordeste. O mediador, jornalista Edison Silva, sorteou uma pergunta para cada candidato, seguindo a ordem previamente definida pelo primeiro sorteio de falas. Desta forma, a primeira pergunta, feita pela internauta Daiane, foi respondida pelo candidato Paulo Gurgel. A eleitora perguntou sobre quais as propostas para usufruir dos incentivos do PAC Mobilidade, caso Caucaia seja beneficiada. O candidato comparou a cidade com um de seus empreendimentos. "Vamos cuidar de Caucaia como cuidamos da minha empresa", afirmou, reforçando que pretende "reformar toda a malha viária de Caucaia, urbanizar todas as favelas - pois Caucaia é uma ilha cercada de favelas por todos os lados. Vamos criar centros poliesportivos, asfaltar e criar novos abrigos. Vamos ainda fazer a integração do transporte público de Caucaia com o de Fortaleza e construir um terminal de ônibus", prometeu.
Em seguida, Yuri Almeida perguntou sobre os projetos voltados para juventude. Amarílio Melo respondeu que pretende instalar "um CUCA, semelhante ao que está em Fortaleza, de forma muito mais ampla. Temos de olhar para o esporte, nos quatro cantos do município. Vamos investir na questão do esporte, criando um complexo esportivo da Região Metropolitana através de um convênio com os governos Estadual e Federal,além de investir na qualificação profissional de 70 mil jovens", emendou.
Na sequência, o candidato Edson Silva respondeu à eleitora Camila Veríssimo sobre as propostas de melhoria para a Guarda Municipal da cidade. Edson criticou a atuação da Guarda. "Está mais do que na hora de pensar em uma Guarda que possa atender às necessidades do município. Temos observado que os equipamentos que servem a cidade se encontram deteriorados. Temos a impressão de que ele não atende às necessidades. Ou então, está no faz de conta que paga, e faz de conta que vigia", disparou, emendando que "todos os servidores que fazem a coisa acontecer devem ser vistos com muito carinho pelo governante e o poder público deve dar condições para que eles possam desenvolver suas atividades".
Dando continuidade, Antônio Ribeiro enviou sua dúvida sobre as propostas para saneamento básico do município. Pela ordem do sorteio, foi Juscelino quem respondeu que "onde tem pavimentação em Caucaia, não tem esgotamento sanitário. Se você chegar, você vê crianças brincando no esgoto a céu aberto", acusou. "Com os investimentos do PAC é possível amenizar esta situação. No nosso governo, vamos investir prioritariamente em saneamento", prometeu.
Por fim, Dr. Washington foi indagado por internauta anônimo sobre a continuidade do programa 'Minha Casa Minha Vida' em Caucaia. E afirmou que pretende "conseguir mais de 5200 residências para zerar a deficiência de moradias. Vamos avançar muito mais na habitação, saúde, turismo, saneamento", finalizou.
Considerações finais
O quarto bloco foi com as considerações finais dos candidatos. Seguindo novamente a ordem do sorteio inicial, Paulo gurgel reforçou o compromisso em construir a Secretaria Municipal de Segurança Pública além de "um hospital na Grande Jurema, readequar os campos de futebol, criar torneios regionais, incentivar a cultura, colocar novos abrigos para os usuários de ônibus. Vou colocar médicos todos os dias nos postos de saúde", prometeu, frisando ainda que "a cidade precisa de um gerente, e gerenciar eu sei. Sou um empresário bem sucedido porque sei gerenciar", finalizou.
Em seguida, Amarílio Melo frisou que pretende investir em "saneamento, saúde, educação profissional. Vou investir em 70 mil jovens e adultos, qualificando e preparando para o Complexo do Pecém, que vai ter 297 mil vagas. Vamos fazer o dever de casa, senão vem gente de fora", explanou.
O candidato Edson Silva chamou individualmente os populares de Caucaia para "analisarem de forma muito cautelosa os candidatos em Caucaia. É um momento importante. Reflita, procure saber o passado de cada candidato, suas propostas de governo e faça um julgamento coerente para que possamos viver um novo momento", completando ainda com a afirmação de que "seremos implacáveis. Não iremos admitir o câncer da corrupção, que tira o dinheiro do nosso povo".
Na sequência, Juscelino explicou que seu trabalho "é mais pedagógico, de conscientização. Precisamos mudar a forma de fazer política em Caucaia, e o Psol reúne todas as condições de fazer um mandato popular, participativo. Temos condições de montar um governo técnico, com pessoas profissionais em seus devidos lugares. Não vamos colocar pessoas por indicação", disse.
Por fim, Dr. Washington agradeceu à população de Caucaia e prometeu avanços no caso de um novo mandato. "Vamos avançar mais, continuando a trabalhar pelo povo de Caucaia. Só temos uma maneira de agradecer: é trabalhando ainda mais pelo povo. E vamos continuar o nosso trabalho, intensificar em todos os setores", concluiu.
Fotos: José Leomar
Fonte: Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O espaço deve ser usado de forma consciente e respeitosa. Críticas, sugestões e opiniões são moderados pela administração do site. Comentários ofensivos, com expressões de baixo calão, ou manifestações de cunho político e/ou eleitoral, não serão aceitos.

Comentar

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.