Pesquisar este blog

SEJAM BEM VINDOS AO BLOG DO MARCILIO BOIÃO

COM DEUS NADA ME FALTARÁ

VOCÊ É MAIS UM VISITANTE A ESSE BLOG

quarta-feira, 10 de julho de 2013

Dilma libera R$ 3 bi, prefeitos ficam insatisfeitos e a vaiam

Os prefeitos esperavam R$ 6 bi como recompensa pelas perdas no volume de recursos do Fundo de Participação dos Municípios (FPM)
Mesmo com uma boa notícia para os prefeitos, a presidente Dilma Rousseff voltou a ser vaiada, nesta quarta-feira, em Brasília, durante a XVI Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios. Dilma anunciou a liberação de R$ 3 bilhões para os municípios, mas a notícia não agradou a maioria dos 3.000 prefeitos que participaram do evento.
Os gritos dos prefeitos, acompanhados de vaias, surgiram como insatisfação diante do anúncio do dinheiro. Os prefeitos esperavam R$ 6 bi como recompensa pelas perdas no volume de recursos do Fundo de Participação dos Municípios (FPM).
Dos R$ 3 bilhões anunciados, a metade chega aos cofres das Prefeituras a partir do mês de agosto e o restante somente em abril de 2014. O governo anunciou ainda a construção de 6.000 postos de saúde, 225 UPAs (Unidades de Pronto Atendimento) e 2.000 creches pelo país.
Dilma anunciou mais R$ 600 milhões por ano para o Piso de Atenção Básica (PAB) e voltou a falar sobre o Pacto pela Saúde, que levará mais médicos para as periferias das grandes cidades e os pequenos municípios, além de disponibilizar recursos para a construção, reforma e compra de equipamentos para postos de saúde, UPAs e hospitais.
A presidente Dilma Rousseff afirmou ainda que o programa habitacional Minha Casa Minha Vida, que já entregou 1,6 milhão de moradias em todo o país, será estendido a todas as prefeituras. "Nós não vamos mais deixar que haja seleção, todos os municípios podem executar o programa Minha Casa Minha Vida."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O espaço deve ser usado de forma consciente e respeitosa. Críticas, sugestões e opiniões são moderados pela administração do site. Comentários ofensivos, com expressões de baixo calão, ou manifestações de cunho político e/ou eleitoral, não serão aceitos.

Comentar

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.