Pesquisar este blog

SEJAM BEM VINDOS AO BLOG DO MARCILIO BOIÃO

COM DEUS NADA ME FALTARÁ

VOCÊ É MAIS UM VISITANTE A ESSE BLOG

sábado, 29 de setembro de 2012

Laminadora lançará pedra fundamental

A Silat terá sua pedra fundamental na terça-feira próxima, mas ainda aguarda Licença de Instalação

A expectativa dos investidores é que as obras tenham início neste ano e a usina possa começar a produzir já no fim de 2013 Foto: Divulgação

A segunda indústria siderúrgica no Ceará lançará sua pedra fundamental na próxima terça-feira, em Caucaia. A cerimônia, contudo, será somente simbólica. A Siderúrgica Latino Americana (Silat), que será uma parceria entre o grupo espanhol Hierros Añon e o Governo do Estado, não possui ainda sua Licença de Instalação (LI) e, portanto, ainda não poderá iniciar suas obras. Mesmo assim, os empreendedores esperam que a planta esteja produzindo já no fim de 2013.

O licenciamento ambiental do empreendimento fica a cargo da Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace), que informou, por meio da assessoria de imprensa, que o grupo investidor deu entrada na solicitação da LI na última terça-feira (25). Até o momento, a Silat só possui a Licença Prévia (LP), aprovada no Conselho Estadual de Meio Ambiente (Coema) em 14 de agosto e entregue no dia 17 de setembro pela Semace. O documento aprova a concepção do projeto e sua localização.

Condicionantes

Já para a LI, que permite o início das obras, a empresa ainda deverá entregar à Semace as chamadas condicionantes, que são documentos técnicos sobre o empreendimento obrigatórios para que esta faça a análise para a concessão do licenciamento. Por lei, o órgão tem de dois a seis meses para conceder a licença, após entregues as condicionantes. Contudo, para os investidores, a expectativa é de que essa etapa seja resolvida antes.

"O próprio governo, que é sócio do empreendimento, está pedindo pressa na análise. Ele quer prioridade à Silat, que é um empreendimento extremamente importante para a economia do Estado", afirmou Alcântara Macêdo, que faz parte do Conselho de Administração da Silat. "Queremos fazer tudo de acordo com as diretrizes de meio ambiente", garante.

A cerimônia de lançamento da pedra fundamental, afirma, irá "urgenciar" a implantação do empreendimento. A expectativa, aponta, é que a usina comece a produzir já no fim de 2013. Para isso, as obras precisam ser iniciadas antes do fim deste ano.

"Os empreendedores já estão trabalhando nisso há meses, já no processo de compra de máquinas. Vai ser possível cumprir os prazos, se a questão ambiental for agilizada", garante.

A Silat será construída em três fases. Na primeira, quando produzirá vergalhões e fio máquina, serão aplicados R$ 232 milhões. Aproximadamente 40% deste investimento está sendo pleiteado junto ao Banco do Nordeste do Brasil (BNB). Para as duas etapas que seguirão esta, serão investidos mais cerca de R$ 700 milhões, para a construção da estrutura que produzirá aços planos (chapas e bobinas laminadas). O governo estadual, através da Agência de Desenvolvimento Econômico do Estado (Adece), será sócio no empreendimento com uma participação acionária de 10%.

A cerimônia de lançamento da pedra fundamental ocorrerá às 10h da terça-feira, em Caucaia, na área de 148,34 hectares que abrigará a usina no Complexo Industrial e Portuário do Pecém (Cipp).

Segundo informou a assessoria de imprensa da Casa Civil, o governador Cid Gomes, que a partir das 9h iniciará um encontro com os empresários sul-coreanos da GS Caltex e com representantes da Petrobras, para discutir uma possível parceria da empresa na refinaria Premium II, irá se ausentar da reunião para participar da cerimônia da Silat e, logo após, voltará à mesa de negociações.

Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O espaço deve ser usado de forma consciente e respeitosa. Críticas, sugestões e opiniões são moderados pela administração do site. Comentários ofensivos, com expressões de baixo calão, ou manifestações de cunho político e/ou eleitoral, não serão aceitos.

Comentar

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.