Pesquisar este blog

SEJAM BEM VINDOS AO BLOG DO MARCILIO BOIÃO

COM DEUS NADA ME FALTARÁ

VOCÊ É MAIS UM VISITANTE A ESSE BLOG

quinta-feira, 12 de julho de 2012

Saúde e problemas na educação dominam primeiro debate a prefeito de Fortaleza

O primeiro debate entre os candidatos a prefeito de Fortaleza, que foi exibido ao vivo pela TV DN, na manhã desta quinta-feira (12), teve dois temas centrais nos discursos dos canditatos: saúde e educação.
No primeiro bloco do debate, os 10 políticos se apresentaram para os internautas e ressaltaram o papel que cada um cumpre na sociedade e a que se propõem.
André Ramos, do PPL, foi o primeiro a expor o problema do rendimento dos estudantes fortalezenses nas avaliações da educação pública, divulgadas nos últimos anos. O mesmo discurso foi acompanhado por Marcos Cals (PSDB).
Elmano de Freitas (PT) defendeu a atual administração municipal e citou os professores como exemplo de que a situação não corresponde ao relatado pelos outros candidatos. O candidato também aproveitou para ressaltar novas políticas de acessibilidade.
Quanto à saúde, praticamente todos os candidatos prometeram construções e ampliações na rede pública. Moroni Torgan (DEM) disse que construirá um centro de fisioterapia voltado para pessoas com necessidades especiais.  Roberto Cláudio (PSB) garantiu a construção de um posto de saúde em cada bairro.
Renato Roseno (PSOL) abriu discussão sobre financiamento de campanha e salientou que a sua candidatura não terá doações.
Heitor Férrer (PDT) levantou também outro tema: transporte. Candidato disse que não houve intervenção em transporte nos últimos 8 anos e propôs políticas públicas para o setor.

Valdeci Cunha (PRTB) afirmou enxergar a necessidade de se criar um plano municipal de urbanização, mesmo pensamento de Inácio Arruda (PC do B), que determinou a importância do planejamento para se fazer mudanças na Capital.
Internatutas participam
No terceiro bloco do debate, abriu-se espaço para as perguntas vindas dos próprios eleitoresatravés da internet. Utilizando o tema relacionado #DebateDiario como hashtag no Twitter, dez usuários tiveram suas perguntas respondidas pelos candidatos por sorteio, obedecendo a ordem alfabética dos prefeituráveis.
André Ramos (PPL) respondeu pergunta sobre a limpeza nas ruas. "Vamos criar uma cooperativa de trabalhadores catadores de lixo para reaproveitarmos melhor o lixo na nossa cidade".
Já Elmano de Freitas (PT) foi indagado sobre suas propostas para a educação em Fortaleza. "Épreciso lutar por 10% do PIB para educação. Ressalto a necessidade do plano de cargos e carreiras para os professores", afirmou.
Na sequência, Francisco Gonzaga (PSTU) garantiu a criação de concursos públicos para médicos e enfermeiros, caso seja eleito. "Abrir concurso público é uma prioridade", defendeu.
Moroni Torgan (DEM) respondeu a dúvida de internatua sobre propostas para o setor de serviços e tecnologia da informação. O candidato prometeu a criação de um centro tecnológico. "O projeto é fazer um centro tecnológico de alto nível em Fortaleza".
Já falando de segurança pública, Roberto Cláudio (PSB) falou sobre seus planos para a guarda municipal. "Uma das questões fundamentais para se garantir a segurança é qualificar e aumentar a guarda municipal", explanou.
Reajuste salarial
Em seguida, Renato Roseno (PSOL) foi questionado sobre o prejuízo ao orçamento municipal com relação ao aumento de 28% dos vereadores, em uma comparação aos 10% pedidos pelos professores. Roseno afirmou ser, tanto ele quanto seu partido, contra o aumento dado aos parlamentares. "O PSOL votou contra o aumento dos vereadores. Nossa representação parlamentar foi contra porque entendemos que precisamos ter uma remuneração justa para todos os servidores públicos municipais", decretou.
Os leitores também queriam saber sobre a revitalização do Centro de Fortaleza. Valdeci Cunha (PRTB) respondeu que "ela é de extrema importância para todos nós e sabemos que se não houver uma política pública que motive as pessoas, dificilmente ela passa a ser um ponto de referência".
Voltando ao tema da saúde, Heitor Férrer (PDT) foi indagado sobre a possibilidade de os postos de saúde operarem durante 24h. O candidato prometeu "fazer concurso para a reestruturação da saúde pública, discutindo a ampliação do Frotinha e dos Gonzaguinhas. Vamos dotar os postos com os três expedientes", frisou.
Mobilidade urbana
A mobilidade urbana foi abordada por Marcos Cals (PSDB) ao responder sobre seus planos para resolver os problemas da cidade. "O problema se resolve com objetividade: corredores de ônibus articulados e com ar condicionado, além de implantarmos shoppings de serviços nos terminais de ônibus, para desafogar o Centro", afirmou.
Para finalizar, Inácio Arruda (PCdoB) defendeu o uso de armas de fogo pela guarda municipal, respondendo à última pergunta dos internautas. "Temos de construir em Fortaleza uma unidade pacificadora. Se contratamos uma segurança particular para um posto de saúde e ela é armada, porque a guarda, que é do município, não pode ser? Temos condições de preparar uma boa Guarda Municipal à altura da cidade que vai sediar a Copa do Mundo", concluiu.
Fonte: Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O espaço deve ser usado de forma consciente e respeitosa. Críticas, sugestões e opiniões são moderados pela administração do site. Comentários ofensivos, com expressões de baixo calão, ou manifestações de cunho político e/ou eleitoral, não serão aceitos.

Comentar

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.