Pesquisar este blog

SEJAM BEM VINDOS AO BLOG DO MARCILIO BOIÃO

COM DEUS NADA ME FALTARÁ

VOCÊ É MAIS UM VISITANTE A ESSE BLOG

quinta-feira, 24 de setembro de 2015

Prefeitura de Fortaleza: oposição venceria em 2016, aponta Ibope

heitor wagner vitor roberto
A primeira pesquisa do Ibope sobre as intenções de votos à Prefeitura de Fortaleza nas eleições de 2016 aponta a vitória da oposição na disputa contra o prefeito Roberto Cláudio, que está trocando o PROS pelo PDT. Em um dos cenários da pesquisa, contratada pelo PMDB e realizada entre os dias 7 e 10 de setembro, o deputado estadual Heitor Férrer, filiado ao PDT, mas a caminho do PSB, aparece com 18% das intenções de votos, seguido pelo Capitão Wagner (PR), com 15%, e pelo deputado federal Vitor Valim (PMDB), também, com 15%; o deputado federal Moroni Torgan (DEM) é citado por 12% dos entrevistados, enquanto, em quinta colocação, aparece o prefeito Roberto Cláudio, com 9%. Roberto é candidato à reeleição.
A pesquisa cita, ainda, a ex-prefeita Luizianne Lins (PT), com 8%, Renato Roseno (PSOL) – 5%, Ronaldo Martins (PRB) e Walter Cavalcante (PMDB), 2%, cada. Outros três nomes aparecem com 1% – Gaudêncio Lucena (PMDB), Mayra Pinheiro (PSDB) e Agenor Neto (PMDB).
O Ibope ouviu 504 eleitores, com idade acima de 15 anos e a pesquisa tem uma margem de erro de 4 pontos para mais ou para menos sobre o total da amostra, com 95% de intervalo de confiança. De acordo com os números do Ibope, 33% dos eleitores não demonstram nenhum interesse pelas eleições de 2016, enquanto 24% manifestam-se com interesse médio, 21% com pouco interesse, e 20% com muito interesse. Um total de 2% não respondeu ou não soube responder à pergunta.
Cenário 02
Em segundo cenário, com menos candidatos, o Ibope revela Capitão Wagner, em primeiro lugar, com 21% das intenções de votos, seguido de Vitor Valim (20%), Heitor Férrer (18%), Moroni Torgan (14%), Roberto Cláudio (8%) e Renato Roseno (6%). Os votos em branco e nulos somam 9%, enquanto 3% dos eleitores não quiseram ou não souberam responder.
Cenário 03
O Ibope ouviu, ainda, os eleitores na pesquisa estimulada – os nomes são citados e os entrevistados respondem em que candidato votaria. Nessa simulação, Vitor aparece com 60% das intenções de votos e Roberto Cláudio com 17%. Entre os entrevistados, 21% votariam em branco ou anulariam o voto. Um total de 2% não soube ou não quis responder.
Cenário 04
Em um quarto cenário, o Capitão Wagner ficaria em primeiro lugar com 59% dos votos, e Roberto Cláudio, com 18%. Os índices de votos em branco e nulos, assim como os eleitores que não quiseram ou não souberam responder, somam, respectivamente, 21% e 2%.
Na disputa direta com demais candidatos o prefeito Roberto Cláudio perderia em todos os cenários. Contra Moroni Torgan a disputa seria de 48% para o deputado do DEM contra 24% para ele e contra Heitor Ferrer, Roberto ficaria com 22% contra 54% de Heitor. Contra Renato Roseno, a disputa seria mais apertada, 28% para o atual prefeito e 37% para o deputado do PSOL. Nos demais cenários Vitor Valim venceria Heitor Ferrer (51% x 31%) e o Capital Wagner (42% x 38%).
Quando indagados em quem não votariam, 47% dos fortalezenses disseram que não dariam seu voto a Roberto Cláudio, 44% a Luizianne Lins, 20% a Moroni Torgan, 19% a José Guimarães, 16% a Mayra Pinheiro; 14% a Renato Roseno; 14% a Agenor Neto, 14% a Gaudêncio Lucena, 13% a Walter Cavalcante, 12% a Ronaldo Martins, 10% a Vitor Valim, 10% a Capitão Wagner e o candidato com menor rejeição seria Heitor Férrer com apenas 9%. 1% que não vota em nenhum dos candidatos e 5% não responderam ou não sabem.
A administração do prefeito Roberto Cláudio é considerada ótima ou boa por 17% dos entrevistados, regular por 43% e ruim ou péssima por 39%. A forma como o prefeito administra a cidade é desaprovada por 64% dos moradores de Fortaleza, contra 28% que a aprovam. Os três principais problemas da cidade na opinião dos entrevistados são saúde (70%), segurança pública (59%) e educação (38%).
Roberto teve uma melhor avaliação no quesito transporte coletivo com 21% de aprovação, seguido de limpeza pública (13%), calçamento de ruas e avenidas (13%), opções de lazer e turismo (12%). Já quanto a expectativa do cumprimento de promessas de campanha na área de saúde do prefeito Roberto Claudio, 2% acham que ele vai cumprir, 7% que ele cumprirá a maioria, 21% que vai cumprir metade, 51% que vai cumprir algumas e 18% que não vai cumprir nenhuma delas.
Em relação ao governo do Estado, a administração do governador Camilo Santana (PT) é considerada ótima ou boa por 21%, regular por 50% e ruim ou péssima por 20%. A forma como o governador administra o Estado é aprovada por 45% e desaprovada por 38%.
Quanto a opinião do eleitor sobre a relação política entre o prefeito Roberto Claudio e o governador Camilo Santana, 52% acreditam que sejam aliados e 25% que são adversários. Já a administração da presidente Dilma Rousseff (PT) é considerada ruim ou péssima por 70% dos entrevistados em Fortaleza, regular por 20% e ótima ou boa por 9%.
Fonte:http://www.cearaagora.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O espaço deve ser usado de forma consciente e respeitosa. Críticas, sugestões e opiniões são moderados pela administração do site. Comentários ofensivos, com expressões de baixo calão, ou manifestações de cunho político e/ou eleitoral, não serão aceitos.

Comentar

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.